Carta de esclarecimento

Carta de esclarecimento

 

Campo Grande, MS, 18 de dezembro de 2017 – A Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) vem a público esclarecer alguns questionamentos a respeito das luminárias de Natal instaladas na Rua 14 de Julho, entre a avenida Afonso Pena e Rua Marechal Cândido Mariano Rondon.

 

Considerando que nos últimos dois anos, a cidade de Campo Grande não pode contar com decoração natalina, em especial na Rua 14 de Julho, berço do comércio da Capital, os comerciantes se movimentaram em 2017 para reclamar a falta de atenção e de estímulos, que a ausência da ambientação alusiva ao período festivo proporciona. Tanto a Prefeitura Municipal quanto a Associação Comercial ouviram dos comerciantes e dos consumidores, que a falta de investimento em decoração de Natal na região, contribuiu para derrubar o movimento nos anos anteriores.

 

A Associação Comercial exalta a importância do Centro como o maior shopping a céu aberto da cidade, e sempre lutou para evitar seu esquecimento, como por exemplo, no projeto de revitalização que será executado no próximo ano pela atual gestão municipal.

 

Assim, a Associação Comercial aceitou o desafio – lançado pela Prefeitura Municipal – de contribuir com a decoração de parte da Rua 14 de Julho, mesmo com recursos limitados diante do atual cenário econômico do País e, em curtíssimo tempo, não se omitiu e agiu para que a região não ficasse mais um ano sem qualquer atrativo.

 

Muitos comerciantes do Centro já relatam melhoria no movimento das lojas após a inauguração das luminárias, especialmente no período noturno, pois, além de despertar curiosidade, as estruturas com 4 metros de altura são notadas mesmo apagadas, durante o dia, e ficam acesas a noite, contribuindo para a segurança de quem circula no perímetro.

 

Outro ponto é a escolha dos locais de instalação das luminárias. Eles priorizaram a segurança e a circulação de pedestres nas calçadas, sendo a alternativa mais adequada para o projeto aprovado. A utilização temporária de apenas 16 vagas tem impacto muito menor que a exclusão da principal rua de comércio da Capital entre os pontos da cidade com decoração natalina.

 

Com relação à referência às luminárias japonesas, a Associação Comercial respeita a profissional que se dedicou e contribuiu com sua arte para enfeitar nossa rua, lembrando que o tema trata de uma inspiração da artista, e não de uma reprodução das peças da cultura oriental.

 

A Associação Comercial reforça que continuará parceira da cidade em todas as ações que puderem movimentá-la, especialmente para fortalecer o seu comércio, porque, afinal, ele é quem nos sustenta e motiva a sermos cada dia melhores e trabalharmos mais!

 

Sobre o acidente que ocorreu na manhã de domingo, quando uma das luminárias caiu sobre o carro estacionado de um consumidor, a Associação Comercial está prestando toda a assistência necessária ao proprietário do veículo, vai averiguar o que de fato aconteceu para abalar a estrutura do totem, e exigindo verificações diárias.

 

Por fim, Natal é luz, alegria e renovação da esperança. Desejamos que essas luzes possam inspirar quem passar pelo Centro nos próximos dias, não só ajudando a movimentar o comércio, mas lembrando o quão especial e significativa é essa data para as famílias cristãs de todo o mundo. É a última vez que a população vai ver a Rua 14 de Julho da forma como está, pois a partir de 2018 ela começa a ser revitalizada. Então convidamos as famílias a fotografarem e se despedirem com orgulho da nossa Quatorze.

 

Associação Comercial e Industrial de Campo Grande