Carga tributária, aumento da concorrência e inadimplência travam comércio nas Moreninhas

 

Levantamento da ACICG reúne opiniões de 58 empresários de um dos maiores bairros da Capital; segurança e dificuldade para conseguir crédito também são problemas

 

Levantamento realizado pela Escola de Varejo da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) com empresários do bairro Moreninhas, por meio do projeto ACICG Itinerante revela que os altos impostos são o principal motivo para o atraso no desenvolvimento do comércio da região, de acordo com 81% dos entrevistados. O segundo maior problema apontado por 57% dos lojistas são o aumento da concorrência e os baixos custos praticados pela mesma, seguido pela inadimplência (52%).

Para 50% dos comerciantes da região, a falta de segurança pública também é um problema. “A exemplo do que realizamos nos bairros Itamaracá e Universitário, que também apontaram dificuldades com a segurança, colocaremos os representantes das Moreninhas em contato com autoridades da segurança na cidade, para que os empresários tenham orientações adequadas e saibam a quem recorrer”, explica o coordenador da Escola de Varejo, Moacir Pereira júnior.

A dificuldade de conseguir crédito para investimentos impede o comércio de crescer na opinião de 38% dos empresários. “Nesse ponto, o Sicoob, parceiro da ACICG irá orientar os comerciantes sobre os caminhos para a conquista do crédito. Temos um posto de atendimento da cooperativa dentro da Associação Comercial, funcionando em horário diferenciado para atender esse público”, afirma Pereira Júnior.

Apesar dos problemas apontados, os empresários das Moreninhas estão atentos ao mercado e sinalizaram que para melhorar a prática comercial na região precisam de capacitações como marketing para a empresa, qualidade no atendimento, planejamento estratégico, negociação e vendas e gestão visual da loja. “Já iniciamos alguns cursos e orientações aos empresários do bairro, cumprindo assim a proposta do ACICG Itinerante, que é levar os serviços disponíveis na sede da Associação Comercial aos pontos mais distantes, oportunizando o aprendizado à empresários de toda cidade. ”, finaliza Moacir Pereira Júnior, Gestor da Escola de Varejo.

O tema do primeiro encontro foi sobre os custos invisíveis da empresa. O segundo abordou como aumentar o faturamento utilizando as redes sociais. No próximo dia 24 acontecerá o terceiro encontro, e será sobre ferramentas de marketing indispensáveis para o negócio.

Empresas de 18 segmentos participaram do levantamento, e outro dado relevante são as classificações: apenas 7% das empresas são informais; 57% são Micro Empreendedores Individuais (MEIs); 29% Microempresas; e 7% são Pequenas Empresas.

 

Serviço:

Os encontros acontecem no salão da igreja Mana, localizada na Rua Sambaiba, nº 7, Vila Moreninha II. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3312 5059 ou 98409 1014.