ACICG presente! Federações e ACs se preparam para participar do AL-Invest 5.0, em 2018

Grupo se reuniu esta manhã, em Brasília, para tirar dúvidas e conhecer ainda melhor o projeto

A convite da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), o presidente da ACICG, João Carlos Polidoro, e o economista-chefe da entidade, Normann Kallmus estiveram hoje (20), em Brasília,  reunidos com presidentes e representantes de federações e outras associações comerciais de todo o país para conhecer ainda melhor a proposta do programa AL-Invest 5.0. A ideia da CACB é ampliar a abrangência do projeto, levando-o a mais regiões e estados brasileiros.

Pela manhã, o grupo se reuniu na sede da CACB. O presidente da casa, George Pinheiro afirmou ser de grande importância a presença de representantes de entidades de todas as regiões do país. “Está representatividade mostra o poder que temos nas mãos. É através de vocês que queremos ir mais longe, levando este projeto tão importante ao Brasil inteiro”, disse.

Na ocasião, coordenador executivo da CACB e coordenador nacional do Empreender, Carlos Rezende, apresentou o projeto, iniciando com um passeio pelo histórico de projetos internacionais da Confederação. “O projeto AL-INVEST surgiu justamente dessas relações internacionais que a CACB criou ao longo dos últimos anos”, afirmou.

“A CACB não existe sem vocês. Precisamos desta união para executar nossos projetos. Estamos aqui para apoiá-los e ajudá-los para que todos tenham sucesso”, disse Juliana Kämpf, superintendente da Confederação.

Segundo Rezende, o objetivo do encontro é mostrar a grande vantagem que o AL-Invest 5.0 proporciona. “Por meio dos recursos oferecidos, as entidades podem incrementar as ações já desenvolvidas, aumentando a quantidade de empresas atendidas e a qualidade do atendimento que é oferecido”. Para ele, a expectativa da reunião foi amplamente atendida nos quesitos de número de participantes e promoção de diálogo e interação.

O AL-Invest 5.0 é o principal programa de cooperação internacional da União Europeia na América Latina. A CACB, como líder do consórcio no Brasil e responsável pelo monitoramento e condução do programa, dispõe de mais de 1 milhão de euros para desenvolver projetos, junto às federações e ACEs, que  impulsionem o crescimento e a competitividade de micro e pequenas empresas do país.

Visitas

À tarde o grupo fez vistas ao Sebrae, ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e à Câmara dos Deputados.

No Sebrae, onde foram recebidos por uma equipe de técnicos de entidade, tiveram a oportunidade de discutir assuntos como tributação, competitividade e políticas para as micro e pequenas empresas.

Na Câmara, foram recebidos pela deputada Tereza Cristina (PSB/MS) para falar dos trabalhos realizados pela Frente Parlamentar da micro e pequena empresa.

*Com informações do Empreender e da CACB