CAMPANHA NOME LIMPO

Começa segunda-feira, dia 8, a campanha de recuperação de crédito Nome Limpo, realizada pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), com apoio do Sebrae-MS. Com adesão de 100 empresas de comércio e serviços da Capital, a campanha será realizada no período de 8 de novembro a 17 de dezembro.

Até o final de 2010, a título de 13° salário, a economia de Mato Grosso do Sul deverá receber cerca de R$ 820,4 milhões, considerando-se o rendimento médio dos trabalhadores de R$ 1.499,00 (IBGE/set 2010), e um contingente de 547.363 trabalhadores com carteira assinada, entre públicos e privados (Relatório FUNSAT Campo Grande, setembro de 2010). Este valor poderá atingir o montante de R$ 1,3 bilhão, quando projetamos com base na população economicamente ativa (PEA) do MS (1,3 milhão de pessoas e um PIB per capita de R$ 12.411, de acordo com o IBGE/2007). A informação é do Departamento de Estatística e Pesquisa (DEP) da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG).

Já a economia de Campo Grande terá uma injeção em torno de R$ 366 milhões, considerando-se o quadro de 244.023 trabalhadores com carteira assinada, entre públicos e privados (Relatório FUNSAT Campo Grande setembro de 2010), também tendo como base o rendimento médio publicado pelo IBGE.

A nível de Brasil, o pagamento do 13º salário e a maior oferta de crédito ao consumidor deverão injetar R$ 106,8 bilhões na economia até dezembro, 12,2% a mais que em igual período de 2009. O número representa R$ 11,4 bilhões a mais no bolso do brasileiro, o que deve impulsionar o aumento do consumo e acelerar o ritmo de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no último trimestre.

O ambiente favorece o aumento do consumo, segundo economistas. A facilidade em obter crédito e o aumento do emprego e da renda, associados ao cenário de inflação baixa, melhoraram o humor dos consumidores.

 

NOME LIMPO

Com todos esses dados positivos, é grande a expectativa dos comerciantes de Campo Grande quanto ao desempenho do setor nos últimos meses do ano, considerando também que a inadimplência de pessoas físicas está controlada e vem apresentando tendência de queda este ano.

Atualmente existem mais de 100 mil pessoas incluídas no banco de dados do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) em Campo Grande, com cerca de R$ 56 milhões em dívidas.

A campanha Nome Limpo pretende recuperar um pouco desse valor, capitalizando as empresas do setor e permitindo que antigos devedores voltem a comprar a prazo no comércio, aumentando a base de consumo e completando o ciclo produção/distribuição/venda”, comentou o presidente da ACICG, Luiz Fernando Buainain.

 

 

SOBRE A CAMPANHA NOME LIMPO 2010

 

Período: 8 de novembro a 17 de dezembro de 2010

 

Empresas participantes. clique aqui

 

Consumidores inadimplentes atualmente em Campo Grande: 107.300 devedores (Posição em 05.11.10)

 

Valor das dívidas registradas: R$ 57.164.843,19. (Posição em 05.11.10)

 

O valor da dívida é nominal, ou seja, não está atualizado monetariamente.

 

Títulos registrados: 159.941 (Posição em 05.11.10)

 

Expectativa de recuperação: entre 10 e 20%.

 

Empresas participantes e que condições de negócios elas oferecem:

      • Em 2009 houve a participação de 65 empresas. Em 2010 o crescimento superou a expectativa da ACICG, com 100 empresas aderindo à campanha.

      • São concedidos descontos ou parcelamentos do débito de acordo com a política de cobrança de cada empresa. Cada caso é analisado individualmente.

 

Procedimento dos consumidores:

Inicialmente deverão procurar a sede do SCPC para verificarem a situação das suas dívidas. No SCPC serão informadas, além dos débitos, quais empresas estão participando da campanha e os procedimentos para negociação.

Acompanhando o movimento atual do mercado financeiro, preocupado em orientar os consumidores quanto ao crédito consciente, serão distribuídas gratuitamente durante a campanha uma cartilha desenvolvida pelo Movimento de Apoio ao Consumidor que orienta como administrar o orçamento doméstico, regularizar débitos junto ao comércio e pendências junto a bancos e cartórios. O título da cartilha é SEU MAIOR BEM É O SEU NOME. CUIDE DELE.

 

VENDAS EM OUTUBRO

Considerando-se o volume de consultas realizadas ao serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) durante o mês de outubro, efetuada a sua ponderação com outros indicadores econômico-financeiros que refletem a movimentação do comércio (cartões de crédito e meios de pagamento em poder do público – papel-moeda e depósitos a vista nos Bancos), as vendas no varejo em Campo Grande apresentaram um crescimento estimado em 10,37% no mês de outubro, quando comparado a igual período de 2009, influenciado particularmente pelas vendas na semana que antecedeu ao Dia das Crianças.

As vendas continuam indo bem e reafirmando que teremos um Natal acima das nossas previsões”, disse Luiz Fernando Buainain, presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG). As projeções da entidade apontam para um aumento entre 9% e 11% nas compras natalinas.